Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU MEU NOIVO E MEU PAI

Essa histária que vou contra é real e aconteceu comigo, meu noivo Romulo e meu pai.

Meu nome é Renata, mas todo mundo me chama de Re. Sou uma loira de 1,74mts, seios grandes e siliconados, bunda grande e macia com uma minusculeamarquinha de biquini e a xaninha inchada e totalmente depilada, bem rosadinha.

Meu noivo é um negão de 1,80 super gostoso, safado e com uma bela pica grande, preta e que me deixa maluquinha.

Quando essa histária aconteceu eu Morava com meu pai, o Romulo me trazia do trabalho para casa e ficavamos namorando na escada do prédio.

Em um desses dias meu pai já havia chegado e estava em seu sofa assistindo televisão. Então eu e meu noivo fomos para a escada do prédio namorar um pouco, pois de lá era possível observar meu pai. Nesse dia meu negão estava impossível, ele me beijava com tesão, mordiscando lentamente minha boca e com suas mãos acariciava meu corpo, eu sentia seu membro duro precionar minhas coxas e estava molhadissíma pela sua ousadia, pois se meu pai se virasse, poderia ver tudo o que meu noivinho safado estava fazendo.

Ele passava as mãos em meus seios, e eu estava ficando com os biquinhos duros. Sentindo aquela pica grande grossa e preta dentro de sua calça não aguentei e lentamente, enquanto era beijada toquei seu pau por for a da calca. Nossa estava quente e eu estava super umida, minha xaninha inchada e rosada chegava a escorrer de teaso, pois estava a menos de sete metros de meu pai, enquanto o meu noivinho safado me bolinava.

Eu estava usando um topzinho e uma minuscule saia, que deixava de for a minhas coxas grosssas e bem torneadas e estava com uma tanguinha minuscule atolada em minha bundinha. Romulo não aguentando de tesão, levou sua mão quente e macia, por trás de mim, e levantou minha saia, passando a pontinha de seu dedo em minha bucetinha. Ele sabia como me deixar exitada e eu sentia minha tanguinha umida. Não sabia mais o que eu fazia, ele colocou minha calcinha para o lado e enfiou todo seu dedo em minha bucetinha quente e umida, como eu estava escorrendo de tesão, foi fácil para ele enfiar todo seu dedo em minha grutinha. Eu mordia os labios, contendo meus gemidos, pois não podia fazer barulho, senão meu pai poderia nos ouvir.

Não aguentando mais de teaso, me virei para o Romulo e fui com minhas mãos em direção a sua pica grande e preta. Com muito teaso e desejo , me abaixei e tirei seu pau para for a da calça. Sua pica estava muito quente e dura, suas veias saltando e a caeona de seu pau, brilhava pois seu liquido deixava seu pau molhado. Fiquei passando a mão em sua pica, punhetando bem lentamente e coloquei minha boca quente e macia em sua pica, ficava passando a pontinha da lingua, hora chupando a cabeçona, hora engolido todo seu pau. Ele precionava minha cabeca contra sua vara e eu engolia seu pai por inteiro , deixando de for a apenas as bolas. Não aguentando mais pedi entre gemidos para que ele me fudesse. Mas ele queria me provocar, ele se abaixou tirou minha saia e minha calcinha e enfiou sua lingua na minha bucetinha, ficava passando a ponta de sua lingua quente e macia em volta do clitoris e enfiando seu dedo em minha buceta, enquanto eu via meu pai a janela.

Ee meteu na minha buceta de uma vez, eu tive de morder os labios para não gritar de tesão. COME FILHO DA PUTA, COME MINHA BUCETA, ENFIA SUA PICA PRETA NELA, ADORO SEU PAU PRETO, ADORO UM PAU. SOU SUAPUTINHA. Enquanto eu falava isso, ele me pegava pela cintura e socava seu pau em minha xaninha. Tirava e colocava me fazendo gemer de tesão e sentir minhas pernas bambas. O safado sabia que eu adorava um sexo selvagem e amava sentir um pouco de dor. Então enquanto ele me comia de quarto, pxava meu cabelo e enfiava um dedo no meu cuzinho. Eu jæa louca de teaso, virei para ele e pedi, FODE MEU CUZINHO, ARROMBA SUA PUTA, METE ESSE PAU PRETO NA SUA LOIRA, QUERO SEU PAU NO MEU CU, ele não se fez de rogado e socou de uma vez seu pau grande e preto na minha bunda, já tinha dado o cuzinho milhares de vezes para ele, então sua pica entrou fácil. Ele comia meu cuzinho rosadinho, tirano seu caralho e deixando sá a cabeçona do pau. Estava bombando bem gostos, enquanto isso eu ficava dedilhando minha bucetinha e gemendo com seu pau me fudendo o cuzinho. Ele abria minha bunda e via seu pau entrando e saindo do meu cu. Eu ficava apertando meu cuzinho e sentindo o pau dele pulsar dentro de mim. Ele já não estava mais aguentando de tesão e falou que ia gozar, eu pedi, COZA NA MINHA BOCA, GOZA EM MIM, QUE QUERO BEBER SEU LEITINHO, QUERO TOMAR SEU LEITE. Eu me virei e chupei seu pau com vontade, ele começou a gozar, nossa estava gozando muito. Encheu minha boca com leite e eu como uma boa putinha tomei tudo sem derramar uma gotinha sequer. Essa foi uma das minhas melhores fodas com meu noivo. O tesão foi maior, pois meu pai, podia me pegar vendo eu fudendo com meu noivo, mas eu como uma putinha na cama, amo o perigo de ser pega. Espero que tenham gostado.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoContos eroticos louca quando dois machos chupam gostoso as minhas tetascontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludofala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristatao novinha com doze anos mas adora cara mais velho contos eroticos bem putinhacontos eróticos com homens de pinto muito muito grande fora do normalcontos eroticos engravide minha sogra ea irma delafamily sex 2 - contos eroticosconto sentei no colo do lekeconto erotico esposa hotelconto dei pro namorado com minha irmãConto porno vi mamae sendo sarrada no busaoconto erotico gravida molequecontos eróticos de vibradorcontos eroticos testanta a esposaContos eróticos com fofos de incesto sentando na pica dura do meu irmaocontos eroticos de professorasDei a buceta por dinheiro meu marido nao sabecomeçando se transformar travesti .. encarando pau enormeconto gemendo no pau do pone taradomamae e eu no banho conto eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casa"comi uma caloura"contos de cú de irmà da igrejaconto praia de nudismo com a esposa continuaContos eróticos padrastopeluda coroa estuprada p gangsContos eroticos .eu usava uma sortinho indescente contos porno melhor amigoos contos de sexo com imagens da vizinha e do vizinho pelados no computadorcontos eróticos - prima PriscilaSou casada mas bebi porro de outra cara contospassando a mao no grelhoconto gay me comeu dormindoporno doido mulher durmindo com abumdas pra foraMeu primo me convenceu a mostra meu pau para elecontos eroticos mulher e dominada por outro caracontos eroticos sequestrocontos de incestos na madrugada ele se encaixou em mimcontos eroticos segundas intençoesconto erótico filha do chefecaseiro entregado trasanoconto fiz a festa com os homens na casa de praia e o marido nem desconfiouconto porno descrobri q minha mulher tinha.umcontos eróticos gay Proibidos - Desde Cedo no meu maninhoconto erotico comviadinhocontos incestos dividindo o filhofui consola a cunhada contosContos eroticos de podolatria chupando pes de primas brincando com os pescontos erotico o menino eo meu maridocontos eroticos de incesto ciumes do filhocontos eroticos como passei a ser travesti por causa do meu cunhadocorno grossocontoscontos eroticos decasada dona debarcontos eroticos sobre voyeur de esposacontos eroticos coroas casada fiel com senhorContoseroticoscomsogrofoi trabalha na casa da vizinha e acabou comendo a filha delaZooxoxota19cm que tinha contos incestomulheres damdo a nisetaContos escrava sexual do patraome fode jb. contosconto erotico sou casada e o vilhinho me comeuboquete no casado contoContos eroticos com animaisconto erotico sodomizando a bucetaContos eroticos... Uma rapidinha com a cunhada de vestidocontos eroticos mulheres casadas cometendo insestoContos eróticos torturei minha namorada banho com a tia velha contoconto lesb seios conventorelatos eroticos tornado femeaconto lebisco minha amiga pagou uma postituta par comer a buveta delacontos de casadas o negro desconhecido me arrombouConto erótico gay camisa social de sedaSou casada fodida contoSou casada fodida conto