Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA DO CORNO NO GINECOLOGISTA

Quem já leu meus contos anteriores já sabe que tem mais ou menos um ano que minha mulher se tornou em uma 'esposa liberada', ou seja, dá muito por aí. Agora no início do ano eu lembrei pra ela que seria bom que ela marcasse uma consulta com seu ginecologista, já que sua atividade sexual está a mil. Qdo falei ela já fez uma cara de safada. Seu ginecologista, o Felipe, també é obstreta e fez o parto de meus dois filhos. Desde a primeira vez que ela se consultou com ele, ela já dizia que achava ele bonito. Realmente ele é um cara que chama a atenção: claro tem quae 1,90m e é médico. O que já é suficiente pra mulheres se sentirem atraídas.Ela marcou a consulta e escolheu o último horário do dia. Na verdade depois do último horário. Como é paciente antiga a secretária aceitou. No dia fomos lá e qdo saiu a paciente anterios a minha mulher a secretária foi embora junto. O Felipe veio até a recepção pra falar conosco e eu fiquei ali batento um pouco de papo, deixando a paciente e a secretária irem embora. Ele trancou o consultário e nos chamou pra entrar. Eu fali que preferia naõ estar na consulta e descer até a padarai pra tomar uma cerveja. Ele não queria pq ia ficar sá ele minha mulher, sem a assistentesecretária. Eu disse que naõ tinha nehum problema e saí. Dali pra frente sei o que minha ulher me contou. Ela entrou no consultári e estava linda. Com um vestido preto sem mangas, mas fechado até o pescoço. Ela sentou e começaram a conversar amenidades. Ele falou que ela deveria ir pra parte de trás do consultário pra se trocar: colocar aquele avental esquisito. Ela disse que não precisava, que ele já a tinha visto nua muitas vezes e começou a tirar seu vestido. Ficou sá de langerie. Era uma langerie azul turquesa, linda demais. E ficaram conversando ali sentados, ela sá de langerie. Ela me contou que ela estava esuqisito. Devia estar ficando excitado. Ele falou da impor´^ancia do auto-exame nos seios e ela falou que ele podia mostrar pra ela. ela se levantou tirou o sutiein e deus as costas pra ele, caminhando pra trás, até ficar encochada. Pegou as mãos dele e colocou em seus peitos. Ela disse que seu pau ficou durinho na hora. Ela ficou segurando as mãos dele nos seios e mexeno neles. Aí ela começou a dizer que estava dando muito e que eu adorava isso. Ela falou que o cara até perdeu o fôlego. Mulher qdo quer tirar a gente do sério é foda. Foi para aquela cadeira do exame. Esqueci de dizer que não tirouno salto. Saiu andando com aquela bundona deliciosa, sem sutien, de salto rebolando. Sentou na cadeira, ainda de calcinha e abriu as pernas. Falou pra ele que queria ajuda e que era pra ele fazer um exame bem minuncioso. Ele tirou a calcinha e colocou o dedo na buceta dela. Já tava toda molhada. ela começou a se contorcer e pegou no pau dele e disse: "eu tb quero pegar. Quero que vc coloque seu pau aqui pra ver se minha buceta da boa". Ele não se aguentou e meteu nela na hora. Ficaram ali tranzando enquanto eu tava no bar, coçando meu pau, sá iamginando a cena dela dando. Ela contou que depois chupou o pau dele bastante, ele chupou a xaninha dela e terminou com ela dando o rabo pra ele. Eu sei que esperei mais de uma hora e meia pro essa consulta. Ela me telefounou qdo tava saindo e nos encontramos no estacionamento do prédio. Com o Felipe. Eu perguntei como tinha sido e ele disse que ela tava átima, mas era necessário que ela fizesse as consultas mais frequentes. Ela disse que ia tentar todo mês. Saimos de lá e ela começou a me contar as coisas. Não consegui chegar em casa. Tive que para num hotelzinho pra chupá-la. Ela nem se limpou qdo saui da consulta. Pude pegála bem melada, depois de uma foda bem gostosa. Ela me confessou que, enquanto suas amigas dizem que não gostavam de ir ao ginecologisata, ela gozava toda vez que ele a tocava. E ele sabia disso. Pronto, já sou corno de mais um.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de levei um amigo muito bemdotado pra come mia mulhecontos eróticos fudendo uma buceta gostosacontos de cú por medopadrinho cuida da afilhada contos eróticoshistoria vizinha viuva velha dando bucheta contocontos eroticos tia dando pro proprio subrinhocontos eróticos amigo gay e um hetero praia nudistao namorado da minha mulher contosconto erotico esposa sendo duplamente penetradacontos flagrei minha namoradafoto pirozaocontos eroticos tres familias em feriascontos siririca com doceconto erotico no carro dona do barcontos eroticos sou uma coroa vagabunda levei o muleke na minha casa e fiz ele comer meu cu e minha bucetaContos eroticos putinhasTennis zelenograd contocontos erótico eu confesso minha filha casada e uma loucura na camaconto minha mulher cheia de porracontos eu marido na prai de nudismookinawa-ufa.ru chantageadacontoseroticos.site/buscar-conto?busca=Comendo+o+cuzinho+virgem+da+sogra+contos erotico homem chupando buceta de menina 7a dormindocontobucetavirgemconto erotico aposta gayloirinha bem branquinha dos olhos azuis dando seu cuzinho pequeno apertadinho e fal q ta doendocontofudi minha cunhadaPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticossogro engoxada no honibus condos erotigosConto porno vi mamae sendo sarrada no busaocontos eróticos velhacontos eroticos teen chuvadei a buceta pro catador de lixoporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetaComi mimha prima no velorio contoscontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemconto erotico comedo a filha de menorconto incesto gay peludoConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoominha irma casada conto eroticoSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto gay pirocudo da academiacontos gays de escoteirosconto erotico em familiasó contos eróticos de negra pingueludapith garcia chupam ele e dedamcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eróticos, esposa na praia de nudismo , bronzeadorcontos eroticos medica rabuda enrabada por pacienteconto erotico com menina e cachorrorelatos cuzinho na marraperdi as pregas contoscontos comi a amante do meu paiDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos eroticos casa nos fundos cerca de aramecontos-vem foder sua putinhacontos eroticos Itapetiningacontos eroticos sobrinha casada da minha esposacontos eroticos comi um viadinho de calcinhacontos de akemi uma cd oriental parte 2contos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eróticos minha sobrinha mim chupava todos os dia scontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erotico mae no carroinspetora viu meu pau contosconto zoofilia o pone me quando cai estrupouquero uma menina cabelos longos escuros deitada na piscinaConto eroico comendo as primihasjoice cavalo deu o cucontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenacrente carente de porra na bucetacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoconto gay "punheta pro seu macho"Contos eroticos de podolatria desejando chupar os pes lindos de primas acontos erticos pai sempre tomava banha com as filhas acaboj comendo o cuzinha delacontos Eróticos de meninas na fazendaconto erotico tirei a calcinha da gataconto ele me comeu pelo buraco da paredeporno. minha. mãe. tá. muita. tritinha