Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MORENA DO INTERIOR

Olá pessoal, sempre fui leitor fiel de contos eráticos, Então resolvi contar algumas das minhas aventuras eráticas.



Pra quem não me conhece vou me descrever:



Moro no interior de São Paulo tenho 31 anos sou moreno claro, 1,78m, 80kg, cabelos pretos, olhos castanho esverdeados, dote de 20x5cm.



Hoje vou contar como foi meu encontro mais safado com a Morena de Piracicaba, para garantir a privacidade vou chamá-la de Jô.



Eu já havia saído com ela outras vezes, mas dessa vez tudo foi diferente, dessa vez eu resolvi realizar a fantasia dela de ser pega a força, e confesso que foi uma experiência maravilhosa.



Antes de mais nada eu preciso dizer o quanto ela é linda, tem um rostinho de menina comportada mas na verdade é uma mulher maravilhosa, quente e safadinha na cama... um corpo lindo, uma bunda que me deixa louco.



A Jô mora sozinha, então um dia sem ela saber, resolvi aparecer de surpresa. Cheguei em seu apartamento por volta das 15h. Toquei o interfone e subi, ela me recebeu linda como sempre, estava com uma blusinha e de mini saia, ao entrar no apartamento, já parti para cima dela, peguei eu sua cintura e puxei ela pra mim, e nos beijamos, foi um beijo carinhoso, molhado e longo, ela nem imaginava o que viria apás.



Derrepente eu paro o beijo e pego ela a forca, enfio minha mão por dentro da saia dela e retiro sua calcinha, forço ela a se debruçar no sofá, e rasgo sua blusinha deixando ela somente com a mini saia, levando a mini saia e forço ela a ficar de quatro no sofá, abro a calça e coloco o pau pra fora que nessa hora já estava estourando de tão duro, e a penetro sem do. Enfio tudo naquela bucetinha que pra minha surpresa já estava molhadinha.



Ela não falava nada, somente obedecia e gemia sem parar, eu sabia que ela estava adorando, sua buceta estava ensopada, eu socava o mais rápido e forte que eu podia, puxava ela pelo cabelo e dava tapas em sua bunda, foi então que puxei ela pra perto de mim, enfiei o meu pau o mais fundo que consegui e disse em seu ouvido... era isso que vc queria né Jô, ser comida assim sem dá, como uma putinha safada... e nessa hora ela so concordou com a cabeça e gozou, seu corpo estremeceu todo e ela gemeu deliciosamente. Apás ver a cena fiquei louco e resolvi gozar, sai de dentro dela e fiquei em pé a sua frente, ela agora sentada no sofá me chupava inteirinho até que gozei dentro de sua boca, era lindo ver aquela morena sugando e engolindo cada gota da minha porra.



Foi incrível, gozei como nunca, depois disso fomos para o quarto dela, ela achou que já tinha acabado mas estava enganada, fiz ela deitar na cama, agora peladinha e de bundinha pra cima, peguei o lençol e amarrei seus braços na cabeceira da cama e comecei a brincadeira, primeiro beijei e chupei seu corpo todo, ela se contorcia mas não podia fazer nada pois estava amarrada, depois de uns 30 minutos assim deixando ela louquinha de tesão, fui até seu ouvidinho e disse, Jô fica de quatro.



Imagine a cena, uma morena de quatro na cama, com o rosto colado ao colção e com as duas mãos amarradas na cabeceira, e aquela bundinha arrebitada, toda indefesa.



Esperei ela obedecer minha order e assim que ela já estava de quatro eu falei novamente em seu ouvidinho, Jô agora eu vou la comer seu cuzinho, não era isso que vc queria ser comida sem dá, então agora vc vai ser.



Ela sem falar nada ficou so esperando o que seria inevitável, fui para traz daquela maravilha acariciei aquela bunda, beijei, e dei uma lambida em seu cuzinho e logo em seguida a penetrei, entrei devagar e fui aos poucos enfiando tudo, logo estava com o pau todo naquele rabinho, que visão linda ver aquela morena de quatro, foi uma transa maravilhosa, soquei em seu rabinho e ela gemia como nunca, ficamos assim por uns 19 minutos e então ela me disse que não aguentava mais e que eu devia gozar, nessa hora eu tive que mostrar pra ela quem mandava ali e dei um belo tapa em sua bunda e disse que ela não tinha escolha, eu iria comer aquele rabinho pelo tempo que eu quisesse, fiquei mais uns 19 minutos ali penetrando aquela bunda deliciosa até que não aguentei mais e gozei, meu corpo estremeceu e nos desabamos na cama ela deitou e eu deitei em cima, meu pau foi saindo daquele cuzinho ao poucos, nessa hora eu beijava sua nuca e pescoço e dizia o quanto ela era gostosa e maravilhosa, que o prazer que ela me deu foi incrível, ela também confessou que gozou como nunca e que estava realizada.



Soltei suas mãos e nos abraçamos e ficamos deitados por um tempo nos acariciando e beijando.



Para quem quiser entrar em contato comigo, meu email e MSN é: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos sobre voyeur de esposacontos eroticos homem casado dando para o primoconto erotico gay com o empacotador do supermercado novinhovideo de porno com machos a força brutameneteconto erotico trepei na minha tiacontos erotico na prisãoconto incesto minhas irmãs gritaram no meu paucontos de mulher insatisfeita com maridocontoseroticoloiraDei meu cu gay pro seguraca do meu paivamos lá tem uma loira chupando a b***** da outra na boa f***www.xconto.com/encestoconto porno a virgem babiCasei com um cornoconto erotico com meu sogro peladocomtoscasadas dotadao .comNovinha Bebi porra do meu amigo contoPorno conto ponheta da casada buzvoyeur de esposa conto eroticocontos erotcos de estrupo de virgemcontos comi uma cabritinhacontos eroticos gratis, casadinha rescem casada e ficando safadinhaContos eróticos milha filha apaixonadoReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicocontos eroticos selvagens e animalconto erotico peguei meu marido trepando cõm minha irma na camaDesvirginando a sobrinha de 18 anosconto erotico viadinho de shortinho e calcinha no witiorelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantessapata velha greluda e ninfetacontos meu pai me seduziumelequei a bucetacontos eroticos fodendo minha cunhada novinhaCasadoscontos-flagrei.contos eróticos a primeira vez nem doeuconto erotico velho tarado e cachorroler conto erotico arrombando minha irmaconto erotico tia gostosa calcinha atolada no regocontos eróticos com gordascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaetorando a comadreporno club contos eroticos de meninos gayscontos fodi a gostosa dentro do metro lotadobissexual contocontos eroticos eu sozinha acabei gozando na calcinhaenfiei o maior dildo no meu cu contosconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentevoyeur de esposa conto eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos sequestroconto erotico corno pinto pequeno castidadeFoderam gente contos tennsquando eu estava com o meu namorado e ele estava chupando o mwu peito ele me chamou de safada o que sera que ele quis dizer com issotrai no cafe da manha contoboqueteira gaucha contoquero ver Roberta Close dando lombo e mamando com homem super dotado Roberta Close d********* e chupandocontos eroticos transando com a lutadoraContos eroticos com esposas que foram arrombadas pelo tio do maridocontos eroticos sobre voyeur de esposacomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticosComo me tornei a cadela do meu padrato contos eróticocontos eroticos chantagiei meu paiContos eroticos comendo a nenezinhaconto erotico transei com a sograEnsinando minha sobrinha dirigir contosconto acabei comendo o cuzinho delavídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmentovelho zinho tarado contoscontos eroticos solteira vendidacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaContos eroticos casada prostituta