Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO URSO ME ENCHEU DE PORRA.

Estávamos num feriado, a família toda estava na frente de casa curtindo um churrasco e tomando umas cervejas. Eu como não gosto muito de certas pessoas, fui para o meu quarto para ver um filme ou série. Enquanto estava assistindo um filme, meu tio urso (que é surdo) entrou no meu quarto perguntando se eu tinha uma caixa, pois ele iria arrumar a bagunça do outro quarto. Dei uma caixa para ele e voltei para o meu filme. Então depois de uns dez minutos percebi que se ele fosse arrumar o quarto do lado, provavelmente iria achar minha caixa de prazeres que tinha meu consolo, lubrificante e umas revistas. Corri para o quarto e vi que ele não tinha achado a caixa, me ofereci para ajuda-lo na arrumação e comecei a empacotar coisas na esperança de achar minha caixa. Mas ele achou primeiro. Ele abriu a caixa e tirou meu consolo de vinte centímetros, olhou para mim e começou a rir. Fiquei morrendo de vergonha, afinal de contas, ele era meu tio e já tinha uma família formada, isso deveria ser vergonhoso para ele. Mas pareceu que não. Ele começou a brincar e enfiar meu consolo na minha bunda, rindo. Eu fiquei sem graça e tentei pegar o consolo das mãos dele, ele deu uma investida e colocou o consolo na minha boca, eu parei de me mexer, ele começou a fazer movimentos do consolo na minha boca. Eu fiquei com mais vergonha e tentei fazer com que ele parasse, mas ele não parou, então percebi que ele estava excitado. Também brincando apontei para o pau dele e comecei a rir. Ele soltou um riso safado e tirou o consolo da minha boca. Ele abriu a calça e colocou o pau moreno grosso de cerca de dezoito centímetros para fora, pegou o consolo e comparou o tamanho do brinquedo com o tamanho do seu pau. Eu fiquei de boca aberta, aquele cabeção grosso olhando para mim, comecei a babar. Então ele foi até a porta (ainda com o pau pra fora) e fechou-a. Voltou e ainda em pé colocou o pau na minha boca. Eu comecei a chupar como se estivesse chupando um pirulito. A respiração forte dele me deixava louco. Ele fez um movimento para que eu tirasse minha calça, eu tirei e fiquei com minha bundinha branca e lisa para fora. Ele tirou o pau da minha boca e começou a massagear meu cuzinho apertado. Colocou um dedo e depois dois. Pegou o lubrificante da caixa, abriu e colocou um pouco no meu anus. Então pegou o consolo e começou a enfia-lo devagar dentro de mim, eu explodia de prazer. Tentei me masturbar, mas ele não deixou, dando tapas no meu pau. Quando o consolo estava todo dentro ele pediu para eu sentar, eu sentei e senti todo aquele brinquedo dentro de mim. Ele colocou o pau novamente na minha boca e começou a fuder minha boca, com sua barriga batendo na minha cara e me fazendo querer mais e mais me masturbar. Mas toda vez que eu tentava pegar no meu pau ele batia e fazia sinal de "não". Então ele me virou para que eu ficasse de quarto, tirou o consolo do meu cu e enfiou o pau dele inteiro no meu cu com uma sá tacada. Enquanto ele me fodia eu tentava não gemer e não tocar no meu pau. O peso do seu corpo me fazia delirar. Depois de poucos minutos ele tirou o pau do meu rabo e me fez deitar de barriga para cima. Ele pegou um antigo livro e cobriu meu pau, para que eu não pudesse pegar e ele não pudesse ver. Ele começou a foder com minha boca novamente, até que comecei a sentir que ele ia gozar. Ele colocava a cabeça para cima como se estivesse tendo um ataque. Então com uma pressão instantânea, ele gozou na minha boca. Senti aquela porra por toda a minha boca e segurei, não iria engolir. Ele viu que eu não engoli e fez um gesto para que eu engolisse tudo, eu fechei os olhos e engoli toda a porra. Ele vestiu a calça e saiu do quarto, me deixando sozinho no quarto, com a barriga para cima, o cu esfolado e a boca com gosto de porra. Eu me levantei minutos depois, vesti minha roupa e fui tomar banho. Gozei em menos de um minuto, depois voltei para o quarto e vi que ele não estava mais lá. Me deitei na minha cama e continuei vendo o filme, com meu cu ainda palpitando. Eu nunca tinha enfiado todo o consolo do meu rabo antes, aquela foi a primeira vez. Afinal de contas o consolo era muito grosso. Mas ele enfiou tudo e ainda me fez não me masturbar. Hoje eu não moro mais no Brasil, então não o vejo mais. Mas toda vez que um urso mete a piroca na minha boca eu ainda lembro da barriga dele batendo na minha cara e do meu pau explodindo querendo gozar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico minha irma bebeu minha porracontos caipiras amadores bucetasFui ajudar na vizinha contosos contos de sexo maois filias safamdasConto ninfeta narra como se prostituiacontos erotico o pai da minha ami quinha tirou meu cabacinhocontos eroticos madasdra 2contos de tirador de cabaçoCumi minha madastra na cozinha contosconto erotico gay seduzindo o tio velho coroa grisalhocontos eróticos esposa negona coroa bisexcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacomi a amiguinha da minha filha cintos eroticoshistórias de cunhadas punheteiracontos de incesto fui adotad a para ser escrava sexualquero história de homens vizinho um comendo o cu do outro pulando muro à noitecontoseroticos chupando meu tioContos eroticos O pai da minha amigacontos de menininhas sentando no colo de homenscontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos eroticos esposa me deucontos eróticos CidinhaTo virando puta contosconto rebolo pau meu cunhadovideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadaRelato minha mulher no shopping sem calcinhaconto comedo que meu filho virasse gay dei pra eleconto d patricinha c o borrscheirocontos forçada a ser a puta da empresacontos eroticos 19cmmeu amigo cumeu minha mãe e minha tia 2. conto eroticoconto erotico "maior que do meu marido"casa do conto erotico velhascontos eróticos gays metroContos eroticos enteada de short de laycracontos metemos duas piconas na minha mulherconto erotico marido convida amigo pra casa e nao tira olho das calcinha da esposa do varaldeu o c* não aguentou o cilindrocomeu uma gordinha no onibus em viagem contos eroticoscontis eroticos quero mamar no peitinho.antes caçava agora sou cacador de bctconto erotico bundinha de garotoquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandoconto punheta depois futebolcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos fui com meu sobrinhocontos dei pro pastor alemocontos de cú de primaCamila minha enteada com a b********prono casero noviha oziacontos eroticos meu primo comeu eu e minhaconto erotico gay fui estuprado por meucontoseroticos minha sobrinha novinha gosava em silênciocontos eroticos inocentecontos de cú por medoaiaiai vou goza no kct do meu paicontos porno de a filha tomando leitecoroa da buceta griluda espirando poro logecontos eroticos sequestroconto mãezinha chupou minha b******** e gozei na boca delacontos de sexos ainda dimenorSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contorelatos sexo eu e minha filha novinhacontos erotico comido a forcacontos de coroa com novinhocontos chupei minha namorada a forçaConto erotico minha namorada gostosa no asiloContoseroticos novinha magrinha virgem estupradas pelo tiocontos eroticos violadacontos minha filha tem mega grelaocontos eroticos real engessadasafada desde pirralha contoscontos de putarias gays/ flagrei o meu amigo comendo o cu de seu filho veadinhoMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gaysMEU ENTEADO ME FEZ CHORAR NA ROLA DELE CONTONovinha Bebi porra do meu amigo contocontos erotivo mamei minha tia seios cheio de leitesou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contosContos Eróticos vergonhaXXX IRMAZINHA FOTO ANALcasa erótica gato na luzpagamento da terceira parcelacontos eroticos entre maes raspadinhas e filhos tarados